Compartilhar Arquivos no Google Drive


Olá PessoALL! Aqui é a Cris e o conteúdo que eu trouxe para compartilhar com vocês neste espaço do GEG Brasil é sobre "Como compartilhar arquivos no Google Drive".

Essa funcionalidade é uma das melhores vantagens dessa ferramenta e o seu uso pode auxiliar muito a prática de professores e estudantes na educação. Se você tem interesse em obter a Certificação Google para Educadores e se preparar para o Innovator, saiba que essa habilidade é essencial!

Você só precisa compreender duas ações:
1 – Com quais permissões de acesso
2 – Com quem você deseja compartilhar

Vou explicar sobre isso abaixo.

👉Permissões de acesso: 

Um arquivo pode ser compartilhado para que outras pessoas possam:
  • Ver: as pessoas podem ver, mas não alterar nem compartilhar o arquivo com terceiros.
  • Comentar: as pessoas podem fazer comentários e sugestões, mas não alterar nem compartilhar o arquivo com terceiros.
  • Editar: as pessoas podem fazer alterações, aceitar ou rejeitar sugestões e compartilhar o arquivo com terceiros.
👉Com quem compartilhar: 

Você pode compartilhar um arquivo com pessoas específicas, informando o endereço de e-mail delas. Mas atenção, se você compartilhar com um endereço de e-mail que não seja uma Conta do Google,
esse contato só poderá ver o arquivo.

Outra opção é ativar o compartilhamento de link e então permitir que qualquer pessoa com o link tenha permissão de acesso.

No site de suporte do Google tem informado que um arquivo pode ser compartilhado com até 100 pessoas, permitindo que elas possam editar e comentar o arquivo ao mesmo tempo.
Saiba sobre isso e outras dicas aqui ~> Suporte Google

Para você ter acesso a opção de compartilhar no Google Drive basta clicar com o botão direito do mouse sobre o arquivo que deseja compartilhar e clicar na opção Compartilhar... veja na figura abaixo:


Na janela de compartilhar, informe com quem deseja compartilhar e com qual acesso: 



❗ATENÇÃO: Se você fizer uso de uma conta Google for Education fique atento pois há a opção de permitir o acesso apenas para usuários do domínio específico, ok? 

Agora, que tal você começar a praticar? 😉